domingo, 24 de abril de 2011

SABADO DIA 30/04/2011 - PRIMEIRA MESA REDONDA DE PRODUÇAO ACADEMICA DE CIENCIAS BIOLÓGICAS



Aconteceu no sábado dia 30/04/2011 no campus sede a primeira mesa redonda de Produção Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas. No evento foram discutidos com os estudantes o trabalho de produção acadêmica, pois muitas dúvidas aparecem na hora de sua elaboração e acabam levando ao erro. No evento cada equipe de trabalho foi representado por um estudante. A professora Cristina Botelho fez apresentaçao dos passos da produçao acadêmica. O encontro contou com a participaçao dos professores Alexandre, Augusto, Isabella, Leandro, Liane e Carlos Alfredo, além dos estudantes representantes de cada periodo do curso. 

CAFE CIENTIFICO ESPECIAL -QUINTA-FEIRA DIA 28/04/2011


Nesta quinta-feira dia 28/04/2011 estaremos recebendo a visita da agrônoma Teresa Lindoso para falar sobre Licenciamento Ambiental, o encontro acontece no multimídia da Fisioterapia as 17:00h. Participe!!! 

Foto do evento:






A CRUZ VERMELHA E O DIREITO HUMANITÁRIO INTERNACIONAL


Os advogados Márcio Costa Maia e Carlos Adalto Rocha Gomes, membros do Conselho da filial da Cruz Vermelha em Teresópolis, participaram da conferência e do painel sobre “A Cruz Vermelha e o Direito Humanitário”, apresentados no dia 13 de abril, no Campus Sede do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO). O evento foi promovido pelo Núcleo de Direitos Humanos da Instituição e contou com a participação de professores e estudantes do segundo periodo de  Ciencias biológicas e de Direto .

Há mais de vinte anos voluntário da Cruz Vermelha, Carlos Adalto destacou a importância da propagação das ações desenvolvidas. “É uma forma de integrar a comunidade acadêmica à realidade da Cruz Vermelha, ainda mais agora que estamos entrando em uma fase em que o Direito Humanitário deixa de ser exclusivamente relativo às vítimas de guerra. Hoje nós temos os exilados de clima, ou seja, pessoas que são obrigadas a deixar suas terras em razão das catástrofes, da mudança climática. Então, começa a tomar um vulto muito maior a necessidade de uma intervenção internacional e não-governamental no auxílio a estas vítimas. Infelizmente são fatos que acontecem, e que de certa forma alimentam a solidariedade humana e despertam o interesse para atividades como a da Cruz Vermelha”, apontou.

A conferência contou ainda com a participação como debatedores dos professores Carlos Alfredo Franco Cardoso, coordenador do curso de Ciências Biológicas; Tânia Regina Peixoto Barone, coordenadora do curso de Direito; Marcelo Neves de Mello Raposo e Maria de Lourdes Tostes Alvim, do curso de Direito; e moderação do professor Alberico Teixeira dos Anjos, coordenador do Núcleo de Direitos Humanos.

O professor Carlos Alfredo Cardoso, um dos fundadores da Cruz Vermelha em Teresópolis, relatou um pouco da sua experiência de mais de 25 anos atuando na organização. “Fico muito motivado com estes trabalhos comunitários e se eu pudesse estaria sempre em campo. Acho que é muito importante as pessoas terem esta consciência para que tenhamos um mundo muito melhor”, declarou o professor.

Os acadêmicos Leandro Oliveira, Maria do Rosário de Fátima Alencar e Leonardo Zimbrão de Oliveira, do curso de Direito, apresentaram a pesquisa intitulada “Cruz Vermelha e o Direito Humanitário”, sobre o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, a Cruz Vermelha Brasileira, e o Direito Internacional Humanitário. “A oportunidade foi muito interessante porque foi possível comprovarmos que a Cruz Vermelha tem uma maneira muito ativa de solidariedade e de socorro. Levantamos informações sobre o que é e como trabalha a organização”, contou a estudante Maria do Rosário. “A pesquisa foi baseada em literatura já reconhecida no campo do Direito Humanitário e dos Direitos Humanos, em debates com professores, em sites oficiais da internet, nos arquivos e no convívio com pessoas que têm conhecimento sobre este tema”, revelou o estudante Leonardo.

A iniciativa e orientação da pesquisa foram do professor Alberico dos Anjos. Segundo ele, o tema continuará sendo estudado e discutido em sala de aula com os estudantes de Direto. “Vejo que os alunos se preparam muito bem, pesquisaram sobre o assunto e acredito que se sairão muito bem nesta tarefa”, adiantou o professor.


PROF. LUIZ PINGUELLI ROSA - NA SEGUNDA-FEIRA DIA 25/04/2011 NO UNIFESO

                                   http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Luiz_Pinguelli_Rosa.JPG
Na segunda-feira dia 25/04 o prof. Luiz Pinguilli  da Rosa estará no UNIFESO fazendo a conferencia de abertura da Aula Magna dos cursos de Ciência da Computação, Engenharia Ambiental, Engenharia de Produção e Matemática com o tema “Ciência, Tecnologia e Inovação: Organização Estratégica para o País. Os estudantes de Ciências Biológicas do quarto e quinto periodos estarão presentes prestigiando o evento. Não Percam!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

CODIGO FLORESTAL - CAFE CIENTIFICO DE 15/04


Na sexta-feira dia 15/04/2011 recebemos o professor Francisco Carrera, advogado especializado na área ambiental que apresentou para os estudantes as últimas informaçoes sobre o código florestal brasileiro. A palestra foi acompanhada  atentamente pelos estudantes   e  professores presentes ao evento. O professor Carrera voltará ao UNIFESO no dia 20/05 as 19:00h com a palestra Rio + 20. Este encontro foi uma parceria com o SESC-Teresopolis.
  

quinta-feira, 21 de abril de 2011

CIENCIAS BIOLOGICAS - UNIFESO DIA DA TERRA 22 DE ABRIL DE 2011


        Hoje comemoramos o dia da Terra e vale a pena ler a carta do Cacique Seattle de 1854.

Em 1854, o presidente dos Estados Unidos propôs a troca de uma grande área de terra dos índios, no oeste americano, pela criação de uma reserva. A resposta do Cacique Seattle é uma das mais belas declarações de amor a natureza e de compreensão das relações harmônicas que o homem deve manter com seu meio:
“O Presidente, em Washington, informa que deseja comprar nossa terra. Mas como é possível comprar ou vender o céu, ou a terra? A idéia nos é estranha. Se não possuímos o frescor do ar e a vivacidade da água, como vocês poderão comprá-los?
Cada parte desta terra é sagrada para meu povo. Cada arbusto brilhante do pinheiro, cada porção de praia, cada bruma da floresta escura, cada campina, cada inseto que zune. Todos são sagrados na memória e na experiência do meu povo.
Conhecemos a seiva que circula nas árvores, como conhecemos o sangue que circula em nossas veias. Somos parte da terra, e ela é parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs. O urso, o gamo e a grande águia são nossos irmãos. O topo das montanhas, o húmus das Campinas, o calor do corpo do pônei e o homem pertencem todos à mesma família.
A água brilhante que se move nos rios e riachos não é apenas água, mas o sangue dos nossos ancestrais. Se lhe vendermos nossa terra, vocês deverão lembrar-se de que ela é sagrada. Cada reflexo espectral nas claras águas dos lagos fala de eventos e memórias na vida do meu povo. O murmúrio da água é a voz do pai do pai do meu pai.
Os rios são nossos irmãos. Eles saciam a nossa sede, conduzem nossas canoas e alimentam nossos filhos. Assim, é preciso dedicar aos rios a mesma bondade que se dedicaria a um irmão.Se lhe vendermos nossa terra, lembrem-se de que o ar é precioso para nós, o ar partilha seu espírito com toda a vida que ampara. O vento, que deu ao nosso avô seu primeiro alento, também recebe seu último suspiro. O vento também dá às nossas crianças o espírito da vida. Assim, se lhes vendermos nossa terra, vocês deverão mantê-la à parte e sagrada, como um lugar onde o homem possa ir apreciar o vento, adocicado pelas flores da campina.
Ensinarão vocês às suas crianças o que ensinamos às nossas? Que a terra é a nossa mãe? O que acontece à terra acontece à todos os filhos da terra.
O que sabemos é isto: a terra não pertence ao homem, o homem pertence à terra. Todas as coisas estão ligadas, assim como o sangue nos une a todos. O homem não teceu a rede da vida, é apenas um dos fios dela. O que quer que faça à rede, fará a si mesmo.
Uma coisa sabemos: nosso deus é também o seu deus. A terra é preciosa para ele e magoá-la é acumular contrariedades sobre o seu criador.
O destino de vocês é um mistério para nós. O que acontecerá quando os búfalos forem todos sacrificados? Os cavalos selvagens todos domados. O que acontecerá quando os cantos secretos da floresta forem ocupados pelo odor de muitos homens e a vista dos montes floridos for bloqueada pelos fios que falam? Onde estarão as matas? Sumiram! Onde estará a águia? Desapareceu! E o que será dizer ao pônei arisco e à caça? Será o fim da vida e o início da sobrevivência.
Quando o último pele-vermelha desaparecer, junto com sua vastidão selvagem, e a sua memória for apenas a sombra de uma nuvem se movendo sobre a planície... estas praias e estas florestas ainda estarão aí? Alguma coisa do espírito do meu povo ainda restará?
Amamos esta terra como o recém-nascido ama as batidas do coração da mãe. Assim, se lhes vendermos nossa terra, amem-na como a temos amado. Cuidem dela como temos cuidado. Gravem em suas mentes a memória da terra tal como estiver quando a receberem. Preservem a terra para todas as crianças e amem-na como Deus nos ama a todos.
Assim como somos parte da terra, vocês também são parte da terra.Esta terra é preciosa para nós, também é preciosa para vocês. Uma coisa sabemos: existe apenas um Deus. Nenhum homem, vermelho ou branco, pode viver à parte. Afinal, somos irmãos”.

terça-feira, 5 de abril de 2011

CAFÉ CIENTIFICO - 08/04/2011



No dia 08/05/2011  recebemos a visita do  assessor da Diretoria de Pesquisa e Programas do UNIFESO José Nilton Dias Granito, que apresentou o tema Ética na Pesquisa. O evento aconteceu às 17:00h na multimidia da Clinica de Fisioterapia.

domingo, 3 de abril de 2011

Interatividade no Curso de Ciências Biológicas do UNIFESO



O curso de Ciências Biológicas está conectado com os estudantes 24h,  através de um site administrado pelo prof. Leandro Costa, onde você pode encontrar informações sobre a disciplina de Evolução, o blog do professor Renan Loureiro sobre zoologia e o trabalho de didática da professora Carla de Cunto Carvalho utilizando o google

site de evolução
https://sites.google.com/site/leandroevolucao/

site de evolução
http://profbiorenan.blogspot.com/