sábado, 29 de março de 2014

UNIFESO lança Programa de Iniciação à Docência 2014

UNIFESO lança Programa de Iniciação à Docência 2014   
publicado em: 12/03/14

No dia 10 de março o Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) realizou o III Seminário do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), com professores e estudantes dos cursos de Pedagogia e de licenciatura em Ciências Biológicas, na presença de diretores do UNIFESO e representantes da Secretaria Municipal de Educação. O encontro teve como objetivo iniciar as atividades do PIBID/ UNIFESO de 2014, apresentar os resultados e os impactos do programa no período 2012 e 2013 e apresentar a equipe de coordenadores, supervisores e bolsistas de iniciação à docência selecionados para o exercício 2014. 
O professor Alexandre José Pinto Cadilhe de Assis Jácome, diretor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão abriu o encontro declarando o orgulho que o programa traz à Instituição, “principalmente em relação à grande participação de estudantes e professores dos cursos envolvidos”. A professora Maria Terezinha Espinosa Oliveira, coordenadora do programa no UNIFESO, explicou que o “PIBID tem por finalidade fomentar a iniciação à docência, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação inicial de professores por meio da inserção dos estudantes no contexto das escolas públicas desde o início da sua trajetória acadêmica, desenvolvendo atividades didático-pedagógicas sob orientação de docentes”. Ele observou ainda que “o contato dos acadêmicos com as escolas tem sido bem sucedido, e as atividades realizadas têm impactado no cotidiano das escolas”. 
A professora Ana Maria Gomes de Almeida, diretora do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS), ressaltou a satisfação e o privilégio de atuar numa “instituição aberta à proposta do PIBID, que conta com profissionais de excelente qualidade e encontra o apoio da Secretaria Municipal de Educação nas escolas”. Representando a secretaria de Educação, a professora Gisella Guedes também agradeceu a parceria com o UNIFESO, “que tem sido muito produtiva em nossas escolas”. 

Dando continuidade ao evento, os coordenadores de área do curso de Ciências Biológicas, professores Claudia Paes Alves e Leandro de Oliveira Costa, e do curso de Pedagogia, professoras Gicele Faisal de Carvalho e Carla de Cunto Carvalho, apresentaram os trabalhos desenvolvidos nos período de 2012 e 2013 e expuseram resultados. “Nossa proposta inicial foi criar momentos de educação ambiental dentro das escolas que pudessem transformar um pouco a vivência dos estudantes do Ensino Fundamental”, justificou o professou Leandro Costa. Entre os estudantes contemplados pelo programa está Natalia Cortazio, do quinto período de Pedagogia, que participa do programa desde agosto de 2012 e desenvolve jogos voltados para a aprendizagem. “É muito importante para o estudante acompanhar a rotina de uma escola e ter a oportunidade de apresentar os resultados dos trabalhos desenvolvidos, principalmente quando trocamos nossas experiências também em unidades fora do estado. Isso tudo é essencial para a formação de um bom profissional”, concluiu.
FONTE:GECON UNIFESO

Espécies vegetais do Campus Quinta do Paraíso do UNIFESO agora podem ser vistas na internet

Espécies vegetais do Campus Quinta do Paraíso do UNIFESO agora podem ser vistas na internet   
publicado em: 24/03/14

Foi durante uma conversa com o coordenador do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), professor Carlos Alfredo Franco Cardoso, sobre a importância da divulgação dos trabalhos realizados e apresentados ao final da graduação, que o egresso Carlos Eduardo Carvalho da Rocha teve a ideia de criar uma página na internet com o inventário florístico dos canteiros e arboretos do Campus Quinta do Paraíso. 
A página tem o nome “Inventário Florístico das Alamedas do Campus Quinta do Paraíso – Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO)”, o mesmo do seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), orientado pela professora Thereza Cristina Costa Lopes e defendido em novembro de 2013. “O site tem como objetivo divulgar projetos realizados na monitoria com o intuito de preservar e estudar a biodiversidade do Campus, como também estudos ligados a outras áreas da saúde e meio ambiente que sejam realizados pelos estudantes e professores em nosso município. Assim podemos levar mais informações aos colegas biólogos em formação, funcionário e visitantes”, explicou Carlos Eduardo. 
O Trabalho de Conclusão
Dentre os objetivos do trabalho “Inventário Florístico das Alamedas do Campus Quinta do Paraíso” estavam a realização do inventário das espécies que compõem a vegetação das alamedas, com coletas de amostras botânicas com ramos férteis preferencialmente ou em estado vegetativo para ser prensadas e compor as exsicatas, para reconhecimento dos vegetais que habitam as áreas do campus; além da criação de uma coleção botânica científica que irá compor o Herbário do Centro Universitário através do armazenamento do material botânico coletado e devidamente identificado e registrado, para auxiliar projetos relacionados às pesquisas posteriores desenvolvidas no campus. 


“Com o projeto de monitoria sobre o estudo da biodiversidade do Campus Quinta do Paraíso, a Instituição ofereceu bolsas que puderam contribuir para a realização do trabalho, e assim pude dedicar meu tempo ao projeto. Esta bolsa serviu como incentivo, sem contar a importância de se ter projetos que contribuem para gerar dados e benefícios a todos ligados à Instituição direta ou indiretamente", completou.
FONTE: GECOM -UNIFESO

CAFÉ CIENTIFICO DE SEXTA-FEIRA DIA 28 DE MARÇO FOI UM SUCESSO!

Na sexta-feira dia 28 de março o café cientifico recebeu a visita do conselheiro do CRBIO-02, o professor Santiago Valentim para falar sobre Biologia: Novos Mercados & Novos Horizontes,  na apresentação foram relatadas as últimas conquistas do Conselho para categoria. Ele apresentou as 88 áreas de acesso do futuro profissional, indicando aquelas que estão sendo mais procuradas no momento e explicou a necessidade dos estudantes estarem cientes da importância do profissional biólogo para a sociedade.Leia mais em:
http://portal.crbio-02.gov.br/Noticias.Aspx?n=832&t=CRBio-02-realiza-palestra-na-UNIFESO&p=3




quarta-feira, 26 de março de 2014

CAFÉ CIENTIFICO DO DIA 28.03.2014 - O MERCADO DE TRABALHO DO BIÓLOGO





CAFE CIENTIFICO ESPECIAL DESTA SEMANA ABORDARÁ O MERCADO DE TRABALHO DO BIÓLOGO.
Data: 28-03-2014
Palestrante: Santiago Valentim - Conselheiro do CRBIO-02
Horário: 17h - 
Local: multimídia do prédio da Fisioterapia 
PARTICIPE!!!!!

domingo, 23 de março de 2014

DIA MUNDIAL DA ÁGUA - UMA VISITA A APA DE GUAPIMIRIM




          A APA Guapimirim foi criada em 1984, resultado de um movimento ambientalista da sociedade civil organizada e da comunidade científica. Tem como principal objetivo proteger os remanescentes de manguezais situados no recôncavo da Baía de Guanabara e assegurar a permanência e sobrevivência de populações humanas que mantêm uma relação estreita com o ambiente, vivendo dos seus recursos naturais e mantendo ainda características tradicionais no convívio com a natureza. Abrange cerca de 14 mil ha, parte dos municípios de Magé, Guapimirim, Itaboraí e São Gonçalo. 
Fonte: http://www.icmbio.gov.br/apaguapimirim/

            No dia 22 de março de 2014, 41 estudantes e os professores Carlos Alfredo, Alexandre Magno e Liane Pitombo realizaram uma visita técnica a APA de Guapimirim para conhecer os trabalhos desenvolvidos na região. O trabalho se iniciou com a palestra sobre a APA pela Bióloga Juliana Cristina Fukuda que explicou a estrutura da APA e os trabalhos desenvolvidos na região. Posteriormente os estudantes forma divididos em duas equipes para percorrerem o rio Guapimirim até a sua foz para observar o Manguezal e a baia  de Guanabara com os seus encantos e problemas.









CAFÉ CIENTIFICO ESPECIAL - INAUGURAÇÃO DA SALA VERDE DO UNIFESO



Sala Verde UNIFESO: espaço de informação socioambiental é inaugurado   
publicado em: 27/03/14

A abertura oficial da Sala Verde UNIFESO, um espaço voltado para as questões socioambientais sob a chancela do Ministério do Meio Ambiente (MMA), foi realizada no dia 21 de março, no Campus Quinta do Paraíso do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO). Coordenado pelo Departamento de Educação Ambiental (DEA/MMA), o Projeto Sala Verde incentiva a implantação desses espaços para atuarem como centros de informação e formação ambiental, além de possibilitar a reflexão e o desenvolvimento de ações em prol do meio ambiente através de diversas atividades. 
O UNIFESO submeteu um projeto com um plano de ação, elaborado por professores de diferentes cursos sob a coordenação da professora Ana Maria Gomes de Almeida, diretora do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS),  e foi selecionado entre outras instituições públicas e privadas de todo o Brasil que comprovaram possuir capacidade de atuação na área ambiental e no desenvolvimento de ações de educação ambiental. Ao chancelar um projeto, o MMA reconhece sua relevância e certifica que ele está de acordo com as diretrizes e objetivos da Política e do Programa Nacional de Educação Ambiental. 

Lançamento do projeto no UNIFESO
Os professores Luis Eduardo Possidente Tostes, Diretor Geral da Fundação Educacional Serra dos Órgãos (FESO); José Feres Abido Miranda, Pró-Reitor Acadêmico; e Ana Maria Gomes de Almeida, coordenadora do projeto no UNIFESO; o subsecretário municipal de Meio Ambiente Leandro Coutinho da Graça, coordenador do Fórum da Agenda 21 Teresópolis; e o representante da 13ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Teresópolis, Guilherme Paim, compuseram a mesa de abertura do evento. 

“Queremos demonstrar nosso compromisso institucional e pessoal com a questão da educação ambiental que é, na verdade, um compromisso de todos os cidadãos”, disse o Diretor Geral da FESO, professor Luis Eduardo Possidente Tostes. Na avaliação do Pró-Reitor José Feres Abido Miranda, a Sala Verde é mais um avanço nas atividades de extensão. “Temos a consciência de que uma instituição de ensino superior tem que demonstrar sua qualidade e ser percebida pela sociedade, e para isso é necessário desenvolver projetos que digam respeito àquilo que faz parte do cotidiano de nossa região”, salientou o professor Feres. 
A professora Ana Maria Gomes de Almeida reforçou que “a nossa proposta é que este seja um centro vivo. O mais importante não é o espaço físico, mas a união para o desenvolvimento de questões relativas à educação ambiental”. Ela citou como parceiros da instalação da Sala Verde UNIFESO as secretarias municipais de Meio Ambiente, Educação e de Desenvolvimento Social, o Fórum da Agenda 21 Teresópolis, o ICMBio, o Fórum Municipal de Economia Solidária, a 13ª Subseção da OAB Teresópolis e a organização não governamental Tereviva, além do SESC Teresópolis e a Secretaria de Meio Ambiente de Guapimirim. Para o subsecretário Leandro Coutinho, “esta parceria se concretiza em uma das fases de implantação da nossa política municipal de educação ambiental. Essa iniciativa do UNIFESO vai ajudar muito o trabalho da secretaria de Meio Ambiente e do Fórum da Agenda 21”. 
As iniciativas também vão propiciar a participação de diversos segmentos da sociedade na gestão ambiental, seguindo uma pauta de atuação permeada por ações educacionais, que caminhem em direção à sustentabilidade. Foi o que Guilherme Paim, representando a OAB, destacou. “A educação tem um cunho de mudar e transformar toda uma cultura, que é o que precisamos”, observou o advogado. 

Palestra sobre preservação da água
Na programação de inauguração da Sala Verde foi incorporado o Café Científico Especial do curso de Ciências Biológicas, em comemoração ao Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março. Para o evento foi convidada a professora Ana Alice de Carli - doutora em Direito Público e Evolução Social, docente na Universidade Federal Fluminense e ex-professora do curso de Direito do UNIFESO - para ministrar palestra sobre “Água é vida: eu amo, eu cuido eu poupo!”. Ela aproveitou a oportunidade para apresentar sugestões para o projeto Sala Verde. “Este aqui não é um espaço físico, mas um mundo, uma oficina de pensamento e reflexão de onde podem sair muitos caminhos para a solução de problemas, em especial os ambientais aqui de Teresópolis”, avaliou a professora Ana Alice.

Ainda no dia 21 de março, os estudantes do quinto ano do ensino fundamental do CESO fizeram um passeio pelo Campus Quinta do Paraíso conduzido pela professora Gicelle Faissal, do curso de Pedagogia e uma das responsáveis pela Sala Verde, e participaram da contação de histórias com a escritora Ana Maria de Andrade, além de fazerem um tour pelos laboratórios do curso de Ciências Biológicas acompanhados pelo coordenador do curso, professor Carlo Alfredo Franco Cardoso.Estiveram também na solenidade professores, coordenadores e o representante do CRBIO-RJ SantiagoValentim de Souza. 
FONTE: GECOM - UNIFESO







sábado, 15 de março de 2014

SALA VERDE - ABERTURA OFICIAL DA SALA VERDE DIA 21 DE MARÇO



VISITA TÉCNICA A CERVEJARIA ITAIPAVA

     No sábado dia 15 de março de 2014,  25 estudantes de Ciências Biológicas e Farmácia  acompanhado pelo professor Carlos Alfredo visitaram a Cervejaria Itaipava em Teresópolis, para conhecer a sua linha de produção e aprender como é elaborada a cerveja, bebida milenar, desde a seleção dos ingrediente, ao processo de fermentação e a sua transformação em cerveja e o seu comprometimento com o meio ambiente.

                  
foto do site da Empresa: Grupo Petrópolis 



VISITA TÉCNICA NO PARQUE NACIONAL DAS SERRA DOS ÓRGÃOS -PARNASO



           






 Na noite de do dia 13 de março de 2014, a turma do primeiro ano com cerca de cinquenta estudantes e os professores Leandro Costa e Renan Loureiro estiveram no PARNASO para realizar a primeira atividade de campo. Os estudantes partem do portão, passam pelo centro de visitante onde recebem as instruções do que irão observar e conhecem um pouco da história dessa  Unidade de conservação, que de acordo com o seu site: foi criada em 1939, possui 20.024 hectares de áreas e se localiza em quatro municípios (Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim), possui a maior rede de trilhas do Brasil, o parque também atrai os praticantes de alpinismo e abriga mais de 2.800 espécies de plantas catalogadas pela ciência, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção e muitas espécies endêmicas. Os estudantes caminham até a barragem e nesse trajeto eles têm a oportunidade de conhecer a biodiversidade do local. A partir da barragem eles passam pela trilha suspensa e retornam para o centro de visitantes.




domingo, 9 de março de 2014

VISITA TÉCNICA - PARNASO A NOITE - Quinta-feira dia 13 de março de 2014

VISITA TÉCNICA - VISITA AO PARNASO



Nesta quinta-feira dia 13 de março de 2014 o Primeiro Ano estará visitando o Parque Nacional da Serra dos Órgãos a a partir das  18:30h. O check point será às 18:30h  no portão principal do PARNASO, com previsão de retorno às 22 h. 

Encontro portão do PARNASO.

                                                        KIT PARA VISITAÇÃO                              

Roupas leves, calça comprida, casaco (preferência tipo "parca"), gorro e luvas, tênis ou bota de montanhismo, mochila, lanterna, água, suco ou bebida isotônica, chocolate, amendoim, biscoito, caneca (ecologicamente correta para evitar lixo plástico espalhado pelo caminho), saco plástico ou de papel para usar como lixo pessoal, máquina fotográfica e caderno de campo e capa de chuva.