segunda-feira, 14 de julho de 2014

Alunos do UNIFESO discutem os desafios da erradicação da Leishmaniose no II Encontro Cientifico da Serra da Tiririca

Um grupo de alunos do curso de graduação em ciências Biológicas da UNIFESO universidade situada no interior do estado do Rio de Janeiro; participou dos debates do II Encontro cientifico do Parque Nacional da Serra da Tiririca que aconteceu nos dias 04 a 05 de Junho de 2014 em Niterói, em parceria com a Universidade Federal Fluminense - UFF campus Praia Vermelha.
Neste ano encontro apresentou como eixos principais os temas: Sustentabilidade e Turismo, População, Comunidades, Ecossistemas e saúde, debatidos através de palestras, painéis temáticos, mesas redondas, exposição de projetos, workshop e mini – seminário durante os dois dias de encontro.
Os discentes da Universidade Fundação Educacional Serra dos Órgãos do curso de graduação em Ciências Biológicas tiveram trabalho selecionado pela comissão da UFF; sobre o tema: Impacto e reflexões éticas e de saúde publica na prevalência da Leishmaniose Visceral Canina; autores: Bruno Felipe Silva, Ingrid Gomes, Maria Cecília Ferreira, Lucy Cléa Peixoto  e Wagner Nazário; em formato de pôsteres na salão Milton Santos. No final da tarde parte do grupo foi convidado pela comissão organizadora a compor a mesa de debates em saúde em áreas de proteção permanente, sendo representado pelos acadêmicos Ingrid Gomes e Wagner Nazário que apresentaram a plateia o desafio do controle da Leishmaniose sobre os aspectos jurídicos, de saúde publica e de doença de importância medica e sendo negligenciada respondendo as perguntas pertinentes da comunidade que habitam a área do parque, pesquisadores e administradores de parques que tem enfrentado a doença em sua área.

 Fonte: Portal UFF de noticias

domingo, 13 de julho de 2014

CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ELABORA UMA AGENDA AMBIENTAL PARA O SESC


                Integrar o conhecimento teórico em Gestão Ambiental desenvolvido em sala de aula com o conhecimento prático, por meio da realização de Auditoria Ambiental e elaboração de uma Agenda Ambiental para o SESC Rio Unidade Teresópolis, através da parceria estabelecida com o curso de Ciências Biológicas do UNIFESO, foi o desafio proposto pelo responsável pelas ações ambientais do SESC Teresópolis, o Sr. Adriano Sampaio para o Coordenador do Curso de Ciências Biológicas prof. Carlos Alfredo que  solicitou a professora Monique Branco a elaboração com seus estudantes do sétimo período a construção da agenda Ambiental que contemplou cinco temáticas, a saber: Resíduos Sólidos, Água, Efluentes, Eficiência Energia e, Educação Ambiental. 
               Os estudantes construíram sob a orientação da professora Monique e baseada na legislação ambiental uma lista de perguntas para que os estudantes visitassem o SESC Teresópolis para avaliar os parâmetros selecionados. Após o fechamento dos trabalhos os  resultados  foram apresentados a Diretoria do SESC Teresópolis EM 09 de julho de 2014. Os dois melhores trabalhos receberam como prêmio do SESC um final de semana no SESC Nogueira.

Parabéns ao Sétimo período 2014.1!





domingo, 6 de julho de 2014

Curso de Ciências Biológicas do UNIFESO investe em atividades de campo

Curso de Ciências Biológicas do UNIFESO investe em atividades de campo   
publicado em: 03/07/14

Estudantes e professores do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) vêm compartilhando grandes experiências em dias de campo, conhecendo na prática atividades da área. Em maio, os acadêmicos estiveram em exposições no Museu Nacional e no Jardim Botânico. Além das atividades, os estudantes receberam na Instituição especialistas convidados para o Café Científico. 
No dia 18 pela manhã, o tour na capital começou com a exposição itinerante sobre as espécies encontradas nas ilhas Cagarras, seguindo para o Museu Nacional, localizado na Quinta da Boa Vista, onde puderam apreciar as coleções permanentes do local. Na chegada foram recebidos por atores que encenavam a família real e depois percorreram o museu acompanhados da professora Thereza Lopes e pelo professor Carlos Alfredo Franco Cardoso, coordenador do curso. “Visitamos a exposição da Revolução das Plantas, a coleção de insetos do Departamento de Entomologia, a exposição Kumbukumbu - África, Memória e Patrimônio, Dinossauros do Sertão e Redescobrindo a Casa do Imperador”, contou o professor Carlos Alfredo.
À tarde a parada foi no Jardim Botânico, onde os estudantes conheceram as diversas alamedas. Eles visitaram também o jardim sensorial, palmeiras imperiais, jardim japonês, estufa das plantas insetívoras, orquidário e bromeliário. De acordo com o professor Carlos Alfredo, “nossos alunos conheceram várias espécies da flora brasileira, entre elas a vitória-régia com suas bonitas flores e o pau-brasil (onde observaram no seu tronco a cor vermelha que lembra uma brasa), e ainda avistaram o jacu, cágados tigres-d'água, tucanos e macacos”.

Para a estudante Agnes Maria Cupertino, “estas experiências em campo são de grande importância para a nossa formação, fazendo com que o aluno perceba e tenha certeza da área em que quer atuar. Sendo ainda uma forma de interagir mais com os professores, as aulas se tornam mais dinâmicas e atraentes, aumentando nosso conhecimento. A prática dessas aulas em campo pode até favorecer futuros contatos e leva o aluno a perceber um mundo maior do que aquele vivido só em sala”. 
FONTE: GERENCIA DE COMUNICAÇÃO: GECOM- JULHO DE 2014.

Postagens mais visitadas