quinta-feira, 25 de junho de 2015

Ciência Itinerante participou da atividade do Dia do Meio Ambiente em São José do Vale do Rio Preto




   A Ciência Itinerante do Curso de Ciências Biológicas com o ABREPORTAS do UNIFESO,  participou das atividades do dia do meio ambiente em São José do Vale do Rio Preto, que aconteceu no dia 23 de junho. A exposição apresentou a caixa de insetos da mata atlântica, crânios de animais, produção de sabão e uma simulador de para demonstrar a importância da  preservação das encostas e das matas ciliares com  vegetação. Os estudantes Salomão,  Vinicius, Ramon, Vanessa e Bruna participaram do evento.




,

terça-feira, 23 de junho de 2015

Formado pelo UNIFESO, biólogo atua no Instituto PRIMATAS




publicado em: 22/06/15




Tiago foi convidado integrar a equipe em 2011, quando o projeto iniciou as capturas, mas como ainda estava cursando a faculdade teve que recusar. Ao se formar recebeu um novo convite e abraçou a oportunidade. “Os micos são animais super sociáveis, formados em grupos familiares. Devem ser capturados no mesmo dia todos os que compõem o grupo e, para isso, normalmente preparamos cevas de bananas que são colocadas sobre plataformas feitas de bambu e observamos as marcas deixadas nas bananas, se correspondem às marcas deixadas pelos micos. Mas agora não precisamos mais observar as marcas, pois estamos fazendo uso de armadilhas fotográficas que nos garantem precisão total da ocorrência de micos nas plataformas. Também é muito comum seguirmos os micos até o oco (local onde dormem os micos) e após a descoberta montamos uma plataforma próximo ao local. Quando os micos passam a frequentar a plataforma, marcamos a captura”, explica ele. 

O primeiro emprego na área de graduação foi um passo muito importante para Tiago. “Garante a experiência profissional, que é necessária em várias empresas, e a manutenção e a possibilidade de colocar os conteúdos adquiridos no curso em prática”, apontou. Para ele, “o UNIFESO contribuiu muito para o profissional que sou e estou me tornando. Durante toda a minha trajetória na faculdade tive os melhores professores e uma equipe de coordenação liderada pelo professor Carlos Alfredo Cardoso que é simplesmente surpreendente”, elogiou o ex-aluno.
FONTE: Gerencia de Comunicação do UNIFESO.

INAUGURAÇÃO MELIPONÁRIO-ESCOLA





         No sábado dia 20 de junho foi oficialmente inaugurado a Meliponário-Escola, com objetivo de estimular os estudantes de Ciências Biológica, Farmácia e Medicina Veterinária a desenvolver conhecimentos na área das abelhas nativas. A Associação de Meliponicultores do Rio de janeiro (AME-RIO) trouxe a Teresópolis palestras para aproximar o grande público interessado.
       A abertura foi realizado pelo Prof. André Viana com o tema: Projeto Intercurso Meliponário- Escola. Posteriormente os professores enise de Mello Bobány e  Prof. Dr, Valter da Conceição Gonçalves  apresentaram Aplicabilidade das Pesquisas com o mel geoprópolis.  
         Duas palestras encantaram os presentes. A meliponicultura e Sustentabilidade apresentada pelo meliponicultor Luiz Alberto Medina e Cipós, Trepadeiras e Lianas: plantas para melipônicas  apresentada pela meliponicultora Julia Galheigo. 
       Encerrando as atividades os presentes visitaram o espaço da Meloponário-Escola  e puderam observar um pouco do manejo das espécies de abelhas que já estão no meliponário apresentado pelo presidente da AME-RIO Gesimar Célio dos Santos.  Na foto a seguir a caixa de abelha nativa doada pelo estudante de biologia Salomão Bravo do sétimo período de Ciências Biológicas.




Estudantes de Ciências Biológicas presentes ao evento 







Na foto os professores Valter Gonçalves, André Vianna, Carlos Alfredo e Denise Bobány


quarta-feira, 17 de junho de 2015

Formada em Ciências Biológicas do UNIFESO é aprovada para magistério Estadual


publicado em: 15/06/15





Juliana Faria Rodrigues, formada em 2012 pelo curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), foi aprovada para o magistério da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro. Em 2011, quando ainda cursava a faculdade, ela prestou concurso público destinado ao preenchimento de vagas para docentes. “Acredito que a classificação seja consequência direta de ter cursado uma faculdade boa, com ótimos professores e principalmente com uma excelente coordenação”, avaliou. Ela aguarda ainda a sua nomeação para começar a atuar no município de Magé, e acredita que será no próximo semestre, quando poderá escolher a escola em que vai lecionar. “Essa nova etapa que me aguarda será além de tudo um grande desafio, pois a educação em nosso país se encontra em grave crise. Mas acredito acima de tudo que estarei bem preparada, tendo em vista que a instituição UNIFESO me proporcionou uma ótima educação superior”, avalia Juliana.

Flora do Campus Quinta do Paraíso do UNIFESO é identificada



publicado em: 15/06/15


              No dia 27 de maio, data em que se comemora o Dia Nacional da Mata Atlântica, professores e estudantes do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) participaram da ação de plaqueamento do arboreto do Campus Quinta do Paraíso, na Prata. 
A iniciativa partiu do ex-aluno Carlos Eduardo Carvalho da Rocha que, sob a orientação da professora Thereza Cristina Lopes,  deu continuidade à proposta do seu trabalho de conclusão de curso “Inventário Florístico das Alamedas do Campus Quinta do Paraíso do UNIFESO” apresentado em novembro de 2013. 
Dentre os objetivos do trabalho está a realização do inventário das espécies que compõem a vegetação das alamedas, com coleta de material para a confecção de exsicatas, que são amostras de plantas prensadas e em seguida secas em estufam fixadas em cartolina e identificadas com etiquetas contendo informações sobre o vegetal e o local de coleta, para fins de estudo botânico. Essas peças irão integrar o acervo do Herbário do Centro Universitário para subsidiar os diversos projetos de pesquisa desenvolvidos no campus. 
“Esse trabalho é um desdobramento do trabalho do nosso ex-aluno Carlos Eduardo. Primeiro fizemos a catalogação das espécies, das alamedas, canteiros e arboretos, e este plaqueamento é uma segunda etapa, que é tirar a informação do papel e levar aos usuários do campus, aproximando essa flora do entorno do campus das pessoas. A tentativa é mais que identificar as plantas, mas inserir novas espécies”, explicou a professora Thereza Cristina Lopes. 
“Reconhecemos as plantas no entorno do campus para saber o que representavam, ou seja, se eram frutíferas, ornamentais, nativas, exóticas, por exemplo. Essas informações são destinadas aos estudantes do curso, para que ao longo dos anos trabalhem esses dados no campus de modo que o maior número de espécies seja nativo, para que sirva como um ‘trampolim ecológico’ onde os animais possam se concentrar para dispesar sementes”, completou Carlos Eduardo. 


Site
Mais informações sobre o trabalho de inventário florístico do Campus Quinta do Paraíso podem ser obtidas no site https://sites.google.com/site/biounifeso/calendario-de-avaliacoes-2013-1/home/flora-do-campus-quinta-do-paraiso , “que tem como objetivo divulgar projetos realizados na monitoria com o intuito de preservar e estudar a biodiversidade do Campus, como também estudos ligados a outras áreas da saúde e meio ambiente que sejam realizados pelos estudantes e professores do município, visando levar mais informações aos biólogos em formação, funcionários e visitantes”, explicou Carlos Eduardo.
fonte: Gerencia de comunicação

domingo, 14 de junho de 2015

VISITA AO JARDIM BOTÂNICO -VISITA NO DIA 13 DE JUNHO DE 2015 NOS 207 ANOS DE FUNDAÇÃO

                       No dia 13 de junho de 2015, os estudantes do primeiro e do terceiro ano visitaram o jardim botânico do Rio de janeiro e puderam apreciar a flora do local e comemorar os 207 anos desse espaço de importância vital para  para a ciência brasileira. Os estudantes foram acompanhados pelos professores Thereza Lopes e Renan Loureiro. Segundo os estudantes foi um dia de muito aprendizado para eles.





ATIVIDADE DE CAMPO - VISITA AO PARQUE NACIONAL DA TIJUCA - 13 de junho de 2015




Quarenta estudantes do primeiro ano e do terceiro ano do curso de ciências Biológicas , visitaram no sábado dia 13 de junho o Parque Nacional da Tijuca  na cidade do Rio de Janeiro, acompanhados dos professores Renan Loureiro e Thereza Lopes. Na atividade os estudantes tiveram a oportunidade de admirar a flora e a fauna do Parque.  








sexta-feira, 12 de junho de 2015

MELIPONÁRIO-ESCOLA



CAFE CIENTIFICO - Monogenoidea, um time que está ganhando.





Monogenoidea, um time que está ganhando.
Sexta-feira dia 12 de junho
Local: Multimidia de fisioterapia
17:00h
Palestrante: Mariana Lopes Leão

CAFE CIENTIFICO - PERICIA AMBIENTAL







 No dia 10 de junho de 2015 foi apresentado o café cientifico a Dr. Cátia de Araujo Faria, sobre o tema Pericia Ambiental, na palestra foi apresentado o papel do do biólogo na Pericia Ambiental.
A professora foi acompanhada na palestra pelas pela professoras Eveline Guedes  e Edenise Antas que apresentaram para os estudantes o curso de especialização e Pericia Ambiental do UNIFESO.












CAFE CIENTIFICO - APRESENTAÇÃO DE VIDEO




No dia 03 de junho de 2015,  às 17:30h foi apresentado no café cientifico o Vídeo Lei das águas, sobre a temática do Código Florestal brasileiro. Após o vídeo aconteceu um debate com os presentes.










quinta-feira, 4 de junho de 2015

Café Científico do UNIFESO comemora edição número 200






Café Científico do UNIFESO comemora edição número 200   
publicado em: 03/06/15











Desde 2009 o curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) promove o tradicional Café Científico, atividade de extensão voltada aos acadêmicos e aberta à comunidade. No dia 22 de maio estudantes, professores e dirigentes da Instituição comemoraram o encontro de número 200 com uma edição especial. 
“Temos mantido a frequência de cerca de 40 alunos por encontro, que leva por volta de uma hora, incluindo atividades como palestras sobre ciências em geral e ainda atrações culturais com talentos que temos em nossos cursos”, comemorou o professor Carlos Alfredo Franco Cardoso, coordenador do curso. Para a realização do evento, o professor Carlos Alfredo conta com o apoio do professor Luis Paulo Fedullo, dos cursos de Ciências Biológicas e Medicina Veterinária. “A intenção é trazer conteúdos e discussões abrangentes às diversas áreas, que possam interessar a todos os estudantes da Instituição, e ainda se estendendo à comunidade. São assuntos multidisciplinares cujos temas podem ser sugeridos pelos próprios estudantes, e a partir desta ideia vamos em busca dos palestrantes”, explica o professor Fedullo. 
O estudante Matheus de Sá Freitas Tavares, do terceito ano, está entre os frequentadores assíduos do encontro. “Quando entramos em contato com o profissional temos a visão de quem trabalha em um dos setores desta área que estamos seguindo e percebemos o quanto ela é vasta. Além disso, acho muito importante para nossa formação agregar os eventos culturais”, avaliou o estudante. 
A comemoração contou também com a participação da professora Mariana Beatriz Arcuri, diretora do Centro de Ciências da Saúde (CCS), que aproveitou sua conferência para discutir o tema “Programas de Educação pelo Trabalho (PET) - sucessos e desafios ao abraçar esta ideia”, apresentando parte de um trabalho realizado nos últimos dois anos através de convênio com o Ministério da Saúde. “Refletindo sobre como formar profissionais para educar e cuidar do outro e do ambiente, buscamos alternativas e tecnologias inovadoras de ensino constantemente e uma delas foi o PET-Saúde. Este programa comprovou ainda a qualidade do UNIFESO, que ficou entre as seis Instituições do estado do Rio de Janeiro que tiveram seus projetos aprovados, entre projetos do país inteiro”, contou a diretora. 

O Café Científico acontece toda sexta, das 17h às 18h, no Campus Quinta do Paraíso, com palestras que abrangem diversas áreas do conhecimento científico e das três grandes áreas de atuação do biólogo: Meio Ambiente e Biodiversidade; Biotecnologia e Produção; e Saúde, além do toque cultural com música e poesia. Em 2014 as palestras da área ambiental foram realizadas em parceria com a Sala Verde. Neste ano o evento já contou com a participação de estudantes, egressos, professores e autoridades da área tratando de temas relevantes. Além dos professores e estudantes do curso, alunos do ensino médio, pais e convidados frequentam os cafés.
FONTE; Gerencia de comunicação 

Postagens mais visitadas