sábado, 11 de julho de 2015

UNIFESO inaugura Meliponário-Escola



publicado em: 09/07/15












No dia 20 de junho aconteceu a inauguração do Meliponário-Escola no Campus Quinta do Paraíso do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), na Prata. O espaço conta com pasto propício às abelhas nativas sem ferrão e uma pequena reserva florestal que oferece sombra e abrigo, além de uma administração comprometida com o sucesso. A idealizadora do projeto, professora Denise de Mello Bobány, explica que o Meliponário-Escola tem finalidades de ensino, pesquisa e extensão, contemplando o programa de Integração Ensino-Trabalho-Cidadania (IETC).
“No ensino é útil tanto na área da produção de produtos apícolas (mel, cera, própolis, entre outros) e melhoramento de legumes, verduras e frutas para consumo humano; na área da Saúde em geral pelo uso medicamentoso desses produtos, e na Biologia e na Ecologia pelos serviços prestados pelas abelhas, como a polinização de plantas diversas”, detalhou a professora Denise. Ela ainda apontou que a iniciativa viabiliza uma “alternativa de produção para pequenos produtores da região e a conscientização da necessidade de preservação desses, insetos que estão diretamente relacionados com a alimentação humana e o reflorestamento em sua atividade polinizadora”, esclareceu a professora, que vem trabalhando desde 2005 no projeto com a professora Roberta Rollemberg, com o apoio das coordenações dos cursos de Medicina Veterinária, Ciências Biológicas e Farmácia.
De acordo com a professora Denise, a ideia é que o projeto seja perene, já que as abelhas são nativas da região e de grande interesse científico. “Não são animais perigosos pois não possuem ferrão, se alimentam sozinhas sem necessitar de funcionários para tratá-las e a manutenção do próprio campus é suficiente para manter o local capinado para facilitar a visitação dos pesquisadores e estudantes”, justificou.
Programação
Durante a inauguração do Meliponário-Escola foi realizado o Seminário sobre Técnicas de Manejo e Pesquisa em Meliponicultura, contando com a presença de coordenadores de curso, professores e estudantes do UNIFESO, e a visita de dirigentes e integrantes da Associação de Meliponicultores do Rio de Janeiro (AME-RIO). Na ocasião foi apresentado o Projeto Intercursos Meliponário-Escola; e ainda aconteceram as palestras “Aplicabilidade das pesquisas com mel e geoprópolis”, com os professores Valter Luiz da Conceição Gonçalves, coordenador do curso de Farmácia e Denise de Mello Bobány; “Meliponicultura e Sustentabilidade”, com o meliponicultor Luiz Alberto Medina, da AME-RIO; e finalmente “Cipós, trepadeiras e lianas: plantas atrativas para melipônicas”, com Julia Galheigo, também da AME-RIO. Para encerrar, os participantes visitaram o Meliponário-Escola.
A AME-RIO montou no evento uma exposição com caixas, ferramentas, equipamentos básicos, iscas pets, maquete de enxame, livros e diversos outros itens demonstrativos. Entre os representantes da organização também estavam o presidente, Gesimar Célio dos Santos, e o vice-presidente, José Halley Winckler. Gesimar Santos agradeceu a recepção do UNIFESO revelando “a satisfação da associação em ter sido lembrada para ajudar nessa empreitada, afinal um de nossos objetivos além da divulgação da meliponicultura é o de firmar parcerias com instituições de pesquisa a fim de envidar esforços no desenvolvimento de novas técnicas para a cadeia produtiva”.
O professor André Vianna Martins, coordenador do curso de Medicina Veterinária, recepcionou os visitantes e falou sobre o investimento do UNIFESO na Meliponicultura. O professor Valter Luiz da Conceição Gonçalves, coordenador do curso de Farmácia, tratou da importância das pesquisas e da proteção intelectual como ferramenta de desenvolvimento.

O curso de Ciências Biológicas também foi representado pelo seu coordenador, professor Carlos Alfredo Franco Cardoso, e estudantes como Vitor Cunha, que acredita “que o projeto poderá auxiliar os acadêmicos em futuros trabalhos direcionados às abelhas nativas sem ferrão, e com isso não teremos necessidade de procurar recursos fora do UNIFESO, tendo dentro do campus nossa própria fonte de estudo”.
fonte: GERENCIA DE COMUNICAÇÃO

Professor formado pelo UNIFESO é aprovado em concurso do Estado

publicado em: 09/07/15





Rodrigo Lima Veloso, formado em 2014 pelo curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), conquistou o cargo de professor de Ciências Físicas e Biológicas na rede estadual de educação, com lotação no município de Carmo (RJ), sendo aprovado em concurso público realizado pelo Estado do Rio de Janeiro. Ele destaca o incentivo do curso para a sua formação como profissional da educação. “Eu não queria ser professor, mas com o tempo, fazendo os estágios exigidos e estudando na Instituição acabei por pegar gosto pelo magistério”, destacou.
FONTE: GERENCIA DE COMUNICAÇÃO

quinta-feira, 9 de julho de 2015

VISITA A CERVEJARIA ITAIPAVA



           
                 No sábado dia 04 de julho,  22 estudantes acompanhados do coordenador  prof. Carlos Alfredo F. Cardoso estiveram visitando as instalações da cervejaria Itaipava em Serra do Capim. 
                  Os estudantes acompanharam atentamente as explicações  que foram prestadas pelo guia da cervejaria a respeito das etapas de produção da cerveja e dos produtos da cervejaria. A apresentação se inicia com a vista da maquete da empresa, posteriormente os estudantes são apresentados a matéria prima da cerveja e aprendem que uma boa cerveja se faz com malte, água, lúpulo e leveduras. Aprenderam a diferença entre o chopp e cerveja. Passaram pela estação de tratamento de água ( ETA ) e visitaram a linha de produção e no final do tour a cervejaria ofereceu uma degustação aos visitantes.


Postagens mais visitadas