sábado, 29 de agosto de 2015

Laboratório do UNIFESO desenvolve georreferenciamento do Campus Quinta do Paraíso   
publicado em: 28/08/15




O Laboratório de Projetos e Prototipagem (LPP) do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) disponibilizou um mapa interativo de georreferenciamento do Campus Quinta do Paraíso no site da Esri, empresa fabricante do software ArcGIS, que está sendo utilizado no projeto, que foi contemplado no Programa de Iniciação Científica, Pesquisa e Extensão (PICPE) 2015 do UNIFESO. 
“O mapa permite o acesso gratuito a várias informações sobre o Campus Quinta do Paraíso, sendo possível navegar com ferramentas de zoom, marcadores e janela gráfica”, explicou o coordenador do curso de Ciência da Computação, professor Laion Luiz Fachini Manfroi. Para acessá-lo basta entrar no link do ArcGIS Online (https://www.arcgis.com/home/) e digitar “UNIFESO” no campo “Pesquisar por”, no canto superior direito da janela. Para abrir o mapa, clicar sobre ele. “Ao clicar sobre um local desejado no mapa, aparecem algumas informações em janelas pop-up. Clicando no link ‘Sobre’ podem ser acessadas outras informações sobre o projeto”, completou o coordenador. 
O trabalho ainda está em andamento e é atualizado em tempo real sempre que há alguma modificação. A ideia é utilizá-lo como ferramenta de gestão e planejamento de um Campus Sustentável. 


Alta tecnologia
Funcionando desde 2013, o LPP desenvolve atividades relacionadas ao desenvolvimento de protótipos, contando para isso com uma impressora 3D, além de ser utilizado para disciplinas como “Prototipagem Virtual” e “Modelagem Gráfica e Animação” do curso de Ciência da Computação Como novidade oferece atividades relacionadas ao Sistema de Informações Geográficas (SIG) e ao Geoprocessamento, muito utilizadas atualmente no desenvolvimento de projetos de avaliação, conservação e planejamento ambiental.
FONTE: GERENCIA DE COMUNICAÇÃO DO UNIFESO

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

ESTUDANTES PARTICIPARAM DO V SIMPÓSIO DE ENTOMOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA




                   Entre os dias 10 e 15 de agosto aconteceu na cidade de Viçosa o V Simpósio Internacional de Entomologia promovido UFV. O curso  Ciências Biológicas foi representado pelos estudantes, Salomão de Rezende Bravo, Danielle Ponte Goulart, Matheus de Sá Freitas Tavares, Ana Carolina Siqueira Pereira e Marina Lopes Duarte. Durante o evento aconteceram várias palestras de caráter inovador no ramo da ciência da entomologia, onde os estudantes tiveram a oportunidade de aprofundar os seus conhecimentos previamente adquiridos na faculdade. As palestras foram ministradas por grande pesquisadores do Brasil e do exterior.  

            Na sessão de posteres os estudantes apresentaram o seguinte trabalho: Defense Strategies of stingless bee nannotrigona testaceicornes in the city of São José do Vale do Rio Preto, RJ, onde foi apresentada um  levantamento das estratégias de defesa dessa abelha, denominada de iraí . Estas estratégias já mencionados em trabalhos científicos e constatados pelo estudantes em seu trabalho de revisão e de campo. A relevância do trabalho esta em demonstrar uma possível associação antrópica (associação das colmeias perto das casas) com estratégia de defesa desta espécie possibilitando um melhor entendimento da ecologia e do manejo. 





DIA DO BIÓLOGO






CAFÉ CIENTIFICO: A utilização de células tronco no tratamento de doenças inflamatórias












Na sexta-feira dia 23 aconteceu a palestra do prof. Dr. Johnatas Dutra  sobre  a utilização de células tronco no tratamento de doenças inflamatórias, trabalho que desenvolve na UFRJ. A palestra foi acompanhada com muito interesse pelos estudantes e professores presentes na palestra.


TENTILHÕES DE DARWIN - UMA PESQUISA DE CAMPO



              Na terça-feira dia 11 de agosto o biólogo Dr. Jeff  Podos,  realizou uma palestra sobre o trabalho desenvolvido na ilha de Galápagos  localizada costa do Equador, a mais de quinze anos com pássaros. A palestra foi acompanhada atentamente pelos estudantes e professores do curso de Ciências Biológicas.  





Ciencias Biológicas do UNIFESO forma profissionais de sucesso

   publicado em: 25/08/15





O sucesso e a realização no mercado de trabalho entre os graduados pelo curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) têm sido motivo de orgulho para a coordenação e para os novos profissionais. Entre diversos exemplos estão os de Fabiane Pereira e Kleber de Souza, formados em 2013 pelo curso. 
“O UNIFESO é uma instituição muito importante na minha carreira, por seus ótimos e dedicados professores, que foram fundamentais na minha formação”, contou Kleber. Aos 26 anos, ele comemora seu cargo de supervisor de qualidade nas empresas JFC e Natural Salad’s (indústrias de processamento de vegetais). “O professor Carlos Alfredo Franco Cardoso, coordenador do curso, foi o maior motivo por ter escolhido essa profissão. Ele foi o meu professor de Biologia no ensino médio e me mostrou o fascinante mundo das Ciências Biológicas. Tenho muito orgulho e satisfação por ter feito esse curso, abrindo assim um leque de possibilidades no mercado de trabalho”.

Fabiane trabalha no setor de Pesquisa e Manejo da Biodiversidade no Parque Nacional da Serr
a dos Órgãos (PARNASO). Foi na mesma unidade de conservação federal que ela realizou sua iniciação científica durante a graduação. A bióloga agora cursa o mestrado profissional em Biodiversidade em Unidade de Conservação na Escola Nacional de Botânica Tropical, do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. “Um profissional com esta qualificação está apto a desenvolver consultorias voltadas a mastozoologia, trabalhos em unidades de conservação, projetos de pesquisas que envolvam ecologia, biodiversidade e meio ambiente”, contou Fabiane. Para ela, o UNIFESO proporcionou a oportunidade de agregar conhecimento e experiências na sua vida acadêmica, “assim como o PARNASO acrescentou valores a minha formação acadêmica e profissional. Mas sem dúvidas a minha graduação abriu portas para que eu crescesse na área que escolhi”.

FONTE: GERENCIA DE COMUNICAÇÃO UNIFESO

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA PEDRA DO SINO










No dia 13 de agosto o professor Leandro de Oliveira Costa acompanhado pelos estudantes do curso de Licenciatura e Ciências biológicas e participantes do PIBID, Carolina Moreira Alffonso, Roni Michael Sampaio Freitas, Michael Ronan Sampaio Freitas e Renata de Souza Lopes Ribeiro subiram a Pedra do Sino que fica localizado no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Eles foram acompanhados de cerca de 30 estudantes do Colégio Estadual Edmundo Bittencourt para desenvolver uma atividade diferente de educação ambiental. No trajeto foram observadas várias espécies de aves os seus cantos, répteis e vegetação de altitude. O grupo partiu às 9:00h e atingiu o ponto mais alto às 17:00h permanecendo para assistir o nascer do sol.


SEMANA INTERNA DA SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E QUALIDADE -SISMAQ





                 O estudante de Bacharelado em Ciências Biológicas Michel Barbosa Cunha participou da semana interna da segurança, meio ambiente e qualidade (SISMAQ) da indústria de bebidas ARBOR Brasil em Teresópolis no período de 13 a 17 de agosto. O estudante realizou palestras sobre microbiologia industrial ênfase nas boas práticas de produção. A proposta da atividade foi apresentar aos participantes de forma dinâmica e prática a importância da higienização das mãos antes de manipular qualquer tipo de alimento processados. 





PROJETO DE CONSERVAÇÃO DO SAGUI-DA-SERRA-ESCURO (Calithrix Aurita)

               



           O projeto consiste na preservação da espécie de primata nativo, o sagui- da-serra-escuro (Callithrix aurita), conhecida popularmente como Sagui caveirinha. O mesmo tem sofrido uma pressão em relação ao território e alimento, tal pressão é causada por espécies invasoras de Sagui-de-tufo-branco (Callithrix jacchus) e Sagui-de-tufo-preto (Callithrix penicillata). Outro problema nessa interação das espécies é a questão da formação de híbridos, que significa o cruzamento da espécie nativa com a invasora e isso pode trazer uma queda significativa no número de Saguis nativos na região.
            Os estudantes do curso de Ciências Biológicas do UNIFESO Vitor Guriel Cunha, Amanda Divide Garcia, Melanie Pimentel de Mello, Ricardo de Barros Mello Filho, Vinicius Dias Netto, Gabriela Domingues Alcântara e Danielle Ponte Goulart  integram o grupo de estudos coordenado pela Analista Ambiental Cecilia Cronemberger  de Faria do Parque Nacional da Serra dos Órgãos.
            Os voluntários buscam levantar dados sobre possíveis grupos de Saguis (nativos ou invasores) localizados no Parque Nacional Serra dos Órgãos- PARNASO, em Teresópolis-RJ,  Petrópolis-RJ e Guapimirim-RJ, assim os estudantes estão  buscando  uma possível solução para o problema.

           No dia 20 de agosto de 2015, o grupo de estagiários voluntários do Parque Nacional Serra dos Órgãos- PARNASO  realizaram uma breve palestra apresentando o projeto Sagui-da-serra-escuro para alunos do primeiro e terceiro ano do Colégio Estadual Lions Club, mostrando assim a metodologia de trabalho aplicado por eles nas trilhas do parque.

Postagens mais visitadas