domingo, 24 de abril de 2016

VISITA TÉCNICA EM CONJUNTO REALIZADA PELOS CURSOS DE ENGENHARIA AMBIENTAL E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DO UNIFESO










   
                No Sábado dia 09/04, a Profa. Maria Helena Carvalho da Silva convidou estudantes do Curso de Ciências Biológicas para participar de uma visita técnica em conjunto com estudantes do Curso de Engenharia Ambiental do UNIFESO. O grupo  saiu  de Teresópolis às 7:30 da manhã,  e seguiram para o cidade do Rio de Janeiro para conhecer os ecossistemas o (1)  Costão rochoso na Praia Vermelha, situado na Urca; o (2)  Manguezal de Guaratiba, situado em Pedra de Guaratiba; a  (3)  Restinga de Grumari, situada no Grumari, e  a (4) Laguna de Marapendi, no Recreio dos Bandeirantes.

           A visita técnica teve como objetivo principal conhecer a Dinâmica de 4 diferentes ecossistemas costeiros que compõem o BIOMA Mata Atlântica. Ecossistemas que apresentam específicas adaptações da fauna e flora, cujas espécies habitantes destas regiões vêm sofrendo um desenfreado impacto antrópico nas últimas décadas, que vem levando a perda da qualidade ambiental dos distintos ecossistemas costeiros citados.
     
Costão rochoso na Praia Vermelha






Mangue de Guaratiba



                                            Laguna de Marapendi                         
Mangue de Guaratiba
                                                                                     

Plântulas de Guaratiba - Rhizophora mangue



Restinga de Grumari

terça-feira, 5 de abril de 2016


Phelipe Martins da Silva, egresso do curso de Ciências Biológicas, 2014, professor de Ciências e Biologia da SEEDUC, concluiu o curso de Pós-graduação em Educação Permanente em Saúde - EPS em Movimento: através da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), por meio do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva – PPGCol, atendendo ação conveniada com o Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Gestão da Educação na Saúde, da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (DEGES/SGTES/MS), parceria deste com os Conselhos Nacionais de Secretários de Saúde (CONASS) e de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), e articulação do Núcleo de Educação, Avaliação e Produção Pedagógica em Saúde (EducaSaúde), junto com a Linha de Pesquisa em Micropolítica do Trabalho e Cuidado em Saúde, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Linha/UFRJ), oferta os cursos de Especialização em Formação Integrada Multiprofissional em Educação Permanente em Saúde e  de Aperfeiçoamento em Atualização Multiprofissional em Educação e Ensino da Saúde.

                 O TCC de conclusão que apresentou foi sobre IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA: utilizando a educação ambiental como possibilidade na prática da educação permanente em saúde.
              
 

Estudantes de Ciências Biológicas do UNIFESO participaram da atividade de combate ao Aedes aegypti no Colégio São Paulo





 





        Nos dias 29 e 30 de março a convite do professor Renan Loureiro, professor de Biologia do Colégio São Paulo, estudantes de Ciências Biológicas participaram da palestra do egresso José Antônio Ferreira Pereira, funcionário da secretaria de Saúde do Município de Teresópolis e que trabalha na vigilância ambiental.

      O tema da palestra foi o combate ao mosquito Aedes aegypty, destinado a professores e estudantes do ensino básico. Na oportunidade o biólogo José António, enfatizou a necessidade de todos evitarem à proliferação do mosquito Aedes aegypti. A ação visa à redução dos casos de dengue, chikungunya e vírus Zika.  Após as palestras os acadêmicos do curso de ciências biológicas tiveram a oportunidade de mostrar exemplares de mosquitos além das diversas etapas do  ciclo de vida do mosquito, além das diferenças para o culex, Os  estudantes também apresentaram as caixas entomológicas do curso.



Estudantes de Ciências Biológicas participaram do Curso sobre O Sistema de Informação em Saúde Silvestre – SISS-Geo








Nos dias  21/03 (segunda feira) e 22/03 (terça-feira) entre 9:00 as 17:30 , os   estudantes de ciências Biológicas participaram do curso de  monitoramento de animais, oferecido pelo Laboratório de Saúde Silvestre de FioCruz, no auditório do PARNASO, Sede Teresópolis. O curso foi ministrado pela coordenadora do Centro de Informação em Saúde Silvestre a Bióloga Dr. Marica Chame







segunda-feira, 4 de abril de 2016

estudante de ciências biológicas participa do Projeto BIOTA RIO do Instituto Vital Brazil e SOS Mata Atlântica.




O estudante Pedro Ivo Christianes de Oliveira e Silva, participou entre os dias 24 e 29 de fevereiro de uma atividade de campo no projeto BIOTA RIO: Diversidade e Conservação da Herpetofauna na Mata Atlântica de Nova Friburgo-RJ. O projeto acontece em uma área de 3 milhões de metros quadrados doado ao  Instituto Vital Brazil (IVB). O antigo proprietário fez essa doação com o intuito de preservar a área. A atividade na área é patrocinado pela SOS Mata Atlântica e o IVB. O seu objetivo é fazer um levantamento das espécies de répteis e anfíbios existentes na área estudada e do tamanho das suas populações. A metodologia do estudo para coleta era feita através de armadilhas, busca ativa e encontro ocasional.
O dia a dia do projeto foi, normalmente, acordar cedo, às seis e ir até o sítio onde foi realizado o estudo. De manhã as armadilhas eram checadas, estando espalhadas em duas trilhas. Após checar todas elas, em regra, era feita uma busca ativa que consiste na procura em todos os microambientes de determinada área em certo tempo.
As informações coletadas foram enviadas para o SOS Mata Atlântica e para o IVB.. Este foi o quarto trabalho de campo do projeto realizado em um ano. O local serve para pesquisa e monitoramento de animais e plantas.


Postagens mais visitadas